Urbanitários fazem ato público contra privatização da Chesf

Este ato fez parte da campanha nacional em defesa das empresas públicas e contou com adesão de vários estados.

Escrito por: Assessoria de Imprensa da CUT-PE • Publicado em: 04/10/2017 - 11:02 • Última modificação: 04/10/2017 - 11:15 Escrito por: Assessoria de Imprensa da CUT-PE Publicado em: 04/10/2017 - 11:02 Última modificação: 04/10/2017 - 11:15

CUT Divulgação

O Sindicato dos Urbanitários de Pernambuco (Sindurb-PE) realizou nesta, terça-feira, dia 03 de outubro, um grande ato em defesa da Companhia Hidroelétrica do São Francisco (Chesf). Este ato fez parte da campanha nacional em defesa das empresas públicas e contou com adesão de vários estados. Os eletricitários querem debater com a sociedade os riscos do processo de privatização do setor elétrico. Para José Gomes Barbosa Filho (Barbosinha), presidente do Sindurb-PE, o setor elétrico é estratégico para a economia e o desenvolvimento do país. “Não podemos entregar um setor tão importante nas mãos da iniciativa privada, privatizar a Eletrobrás é uma tentativa de acabar com a soberania nacional e a CHESF é um importante instrumento de desenvolvimento para nossa região. Lutaremos com todas as forças para que isso não aconteça”, destacou Barbosinha.

 O diretor de Comunicação/Imprensa da Central Única dos Trabalhadores de Pernambuco (CUT-PE),  Fabiano Moura, representou a central nesta atividade, e em seu discurso, alertou, entre outras coisas, da importância em unificar a luta de todas as empresas púbicas contra esse processo entreguista, orquestrado pelo governo ilegítimo de Michel Temer. “Esta luta não pode ser isolada, passamos neste momento por um processo de intervenção norte-americana, a luta dos eletricitários deve se somar a luta dos petroleiros, bancários, dos previdenciários, dos servidores federais, estaduais e municipais em todo país, só assim aglutinaremos forças para resistir a esta tentativa de desmonte do estado brasileiro”, frisou o sindicalista.

E é neste sentido que a CUT-PE intensificará a luta contra as privatizações e convoca todo o setor público a unificar suas agendas, realizando audiências públicas nos municípios, organizando atos públicos e dialogando com a sociedade sobre a ameaça privatista e entreguista que está em curso no país.

Título: Urbanitários fazem ato público contra privatização da Chesf, Conteúdo: O Sindicato dos Urbanitários de Pernambuco (Sindurb-PE) realizou nesta, terça-feira, dia 03 de outubro, um grande ato em defesa da Companhia Hidroelétrica do São Francisco (Chesf). Este ato fez parte da campanha nacional em defesa das empresas públicas e contou com adesão de vários estados. Os eletricitários querem debater com a sociedade os riscos do processo de privatização do setor elétrico. Para José Gomes Barbosa Filho (Barbosinha), presidente do Sindurb-PE, o setor elétrico é estratégico para a economia e o desenvolvimento do país. “Não podemos entregar um setor tão importante nas mãos da iniciativa privada, privatizar a Eletrobrás é uma tentativa de acabar com a soberania nacional e a CHESF é um importante instrumento de desenvolvimento para nossa região. Lutaremos com todas as forças para que isso não aconteça”, destacou Barbosinha.  O diretor de Comunicação/Imprensa da Central Única dos Trabalhadores de Pernambuco (CUT-PE),  Fabiano Moura, representou a central nesta atividade, e em seu discurso, alertou, entre outras coisas, da importância em unificar a luta de todas as empresas púbicas contra esse processo entreguista, orquestrado pelo governo ilegítimo de Michel Temer. “Esta luta não pode ser isolada, passamos neste momento por um processo de intervenção norte-americana, a luta dos eletricitários deve se somar a luta dos petroleiros, bancários, dos previdenciários, dos servidores federais, estaduais e municipais em todo país, só assim aglutinaremos forças para resistir a esta tentativa de desmonte do estado brasileiro”, frisou o sindicalista. E é neste sentido que a CUT-PE intensificará a luta contra as privatizações e convoca todo o setor público a unificar suas agendas, realizando audiências públicas nos municípios, organizando atos públicos e dialogando com a sociedade sobre a ameaça privatista e entreguista que está em curso no país.



Informativo CUT PE

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.