Contratados temporários cobram resposta da Secretaria de Administração

Resposta definitiva do Governo do Estado será repassada no início de fevereiro

Escrito por: Sintepe • Publicado em: 25/01/2017 - 12:26 Escrito por: Sintepe Publicado em: 25/01/2017 - 12:26

Sem ter uma resposta clara sobre o adiamento da renovação do serviço, os trabalhadores em educação contratados temporariamente, reuniram-se  terça-feira (17), no SINTEPE para organizar um ato e pressionar a resposta da Secretaria de Administração.

A atividade, realizada na manhã desta quarta (18), em frente ao prédio da Administração, no Pina, terminou com uma reunião entre comissão dos contratados temporários, SINTEPE e representantes das Secretarias de Educação e Administração.

Na ocasião, os participantes da mesa de diálogo, souberam que a Secretaria de Educação enviou ofício à Secretaria de Administração, que por sua vez, iria consultar a Procuradoria Geral do Estado (PGE) para ver a possibilidade de aumentar o tempo dos contratados temporários que dura 6 anos. Segundo o diretor e membro da representação do sindicato na mesa, João Alexandrino, os contratados temporariamente se dispuseram a lutar para prorrogar o contrato por mais 2 anos.

Na manhã desta quarta, representantes da Secretaria de Educação e Administração afirmaram que o sim ou não será repassado no início de fevereiro. O ato contou com os representantes dos contratados temporários e do Sintepe.

Título: Contratados temporários cobram resposta da Secretaria de Administração, Conteúdo: Sem ter uma resposta clara sobre o adiamento da renovação do serviço, os trabalhadores em educação contratados temporariamente, reuniram-se  terça-feira (17), no SINTEPE para organizar um ato e pressionar a resposta da Secretaria de Administração. A atividade, realizada na manhã desta quarta (18), em frente ao prédio da Administração, no Pina, terminou com uma reunião entre comissão dos contratados temporários, SINTEPE e representantes das Secretarias de Educação e Administração. Na ocasião, os participantes da mesa de diálogo, souberam que a Secretaria de Educação enviou ofício à Secretaria de Administração, que por sua vez, iria consultar a Procuradoria Geral do Estado (PGE) para ver a possibilidade de aumentar o tempo dos contratados temporários que dura 6 anos. Segundo o diretor e membro da representação do sindicato na mesa, João Alexandrino, os contratados temporariamente se dispuseram a lutar para prorrogar o contrato por mais 2 anos. Na manhã desta quarta, representantes da Secretaria de Educação e Administração afirmaram que o sim ou não será repassado no início de fevereiro. O ato contou com os representantes dos contratados temporários e do Sintepe.



Informativo CUT PE

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.