Contraponto às publicações da Mídia tradicional

A nova revista interage com os movimentos sociais, formando opinião e trabalhando com a notícia, sempre fazendo o contrapondo com as publicações da grande imprensa e mostrando o que eles escondem

Escrito por: Assessoria de Imprensa da CUT-PE • Publicado em: 14/06/2017 - 10:32 • Última modificação: 14/06/2017 - 10:42 Escrito por: Assessoria de Imprensa da CUT-PE Publicado em: 14/06/2017 - 10:32 Última modificação: 14/06/2017 - 10:42

Tempus Comunicação

A CUT-PE lançou neste mês de junho a nova edição, n° 4, de sua revista trimestral. Um dos instrumentos de comunicação, que tem o apoio do coletivo estadual de comunicação e visa ampliar dessa forma o debate com as entidades sindicais filiadas e movimentos sociais. 

A revista circula com a capa produzida pela Tempus Comunicação, abordando a conjuntura da política nacional, com reflexos nas ações os movimentos sindicais e sociais contra as investidas do governo Temer e seus aliados. Eles reagiram com violência e truculência diante às manifestações do Ocupa Brasília, em 24 de maio (Fora Temer e Diretas Já!).

Entrevista com o professor da Universidade Estadual de Campinas, Luiz Gonzaga de Mello Beluzzo. Tem ainda artigo exclusivo do advogado e presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB-PE, Cláudio Ferreira, textos informativos/opinativos sobre a exposição ao benzeno dos petroleiros na Refinaria Abreu e Lima, as repercussões da Greve Geral de 28 de abril, o 1º de maio de luta e resistência, a escalada crescente do número de desempregados, o Dia Nacional dos trabalhadores e trabalhadoras domésticas (27 de abril). 

Além de textos que assinalam os dois anos sem Manoel Santos e Pedro Eugênio,companheiros que deixaram exemplos de lutas e compromissos, resenha sobre o filme Eu, Daniel Blake, vencedor da Palma de Ouro, no Festival de Cannes (França), do diretor Ken Loach, o fenômero das chuvas e o descaso do Governo do Estado, com as enchentes na Mata Sul e no Agreste, finalizando uma matéria especial de Jonatas Campos sobre a situação atual da Venezuela que enfrenta uma das piores crises econômicas do País. 

A nova revista cutista interage com os movimentos sociais, formando opinião e trabalhando com a notícia, sempre fazendo o contrapondo com as publicações da grande imprensa e mostrando o que eles escondem.

Boa leitura para todos e todas!

Título: Contraponto às publicações da Mídia tradicional, Conteúdo: A CUT-PE lançou neste mês de junho a nova edição, n° 4, de sua revista trimestral. Um dos instrumentos de comunicação, que tem o apoio do coletivo estadual de comunicação e visa ampliar dessa forma o debate com as entidades sindicais filiadas e movimentos sociais.  A revista circula com a capa produzida pela Tempus Comunicação, abordando a conjuntura da política nacional, com reflexos nas ações os movimentos sindicais e sociais contra as investidas do governo Temer e seus aliados. Eles reagiram com violência e truculência diante às manifestações do Ocupa Brasília, em 24 de maio (Fora Temer e Diretas Já!). Entrevista com o professor da Universidade Estadual de Campinas, Luiz Gonzaga de Mello Beluzzo. Tem ainda artigo exclusivo do advogado e presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB-PE, Cláudio Ferreira, textos informativos/opinativos sobre a exposição ao benzeno dos petroleiros na Refinaria Abreu e Lima, as repercussões da Greve Geral de 28 de abril, o 1º de maio de luta e resistência, a escalada crescente do número de desempregados, o Dia Nacional dos trabalhadores e trabalhadoras domésticas (27 de abril).  Além de textos que assinalam os dois anos sem Manoel Santos e Pedro Eugênio,companheiros que deixaram exemplos de lutas e compromissos, resenha sobre o filme Eu, Daniel Blake, vencedor da Palma de Ouro, no Festival de Cannes (França), do diretor Ken Loach, o fenômero das chuvas e o descaso do Governo do Estado, com as enchentes na Mata Sul e no Agreste, finalizando uma matéria especial de Jonatas Campos sobre a situação atual da Venezuela que enfrenta uma das piores crises econômicas do País.  A nova revista cutista interage com os movimentos sociais, formando opinião e trabalhando com a notícia, sempre fazendo o contrapondo com as publicações da grande imprensa e mostrando o que eles escondem. Boa leitura para todos e todas!



Informativo CUT PE

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.