Consulado Americano no Recife dar aula de desrespeito e má-educação

Manifestantes exigiram liberdade das crianças e adolescentes presos em "gaiolas" e separadas dos pais.

Escrito por: Assessoria de Imprensa da CUT-PE • Publicado em: 03/07/2018 - 15:01 • Última modificação: 04/07/2018 - 11:15 Escrito por: Assessoria de Imprensa da CUT-PE Publicado em: 03/07/2018 - 15:01 Última modificação: 04/07/2018 - 11:15

CUT-PE

Ao recusar os 51 brinquedos entregues pela CUT Pernambuco e sindicatos filiados, na manhã de ontem (3), para as famílias de crianças separadas dos pais, desde que o presidente Donald Trump adotou a tolerância zero na política migratória, os representantes do Consulado Americano, no Recife, mostraram má educação e desrespeito.

Os manifestantes se concentraram às 10h, em frente ao prédio do Consulado dos Estados Unidos, no bairro da Boa Vista, no centro do Recife, exigiram liberdade das crianças e adolescentes presos em abrigos e separadas dos pais. Um forte esquema policial foi montado pelo Consulado, no bairro da Boa Vista/Recife, numa tentativa declarada de  intimidar a manifestação que foi pacífica e coordenada pela CUT.

Houve gritos de ordem contra a política imperialista e descabida do governo norte-americano. Os sindicalistas protestaram contra as imagens que correm o Mundo e a suscitar uma onda de condenação e repúdio: dezenas de crianças, separadas dos pais à força e fechadas em gaiolas de ferro num armazém, vigiadas por guardas armados. Os imigrantes chamam de 'O Canil' e não é difícil perceber porquê: num enorme armazém dividido em três alas, várias gaiolas de metal albergam cerca de 1100 pessoas detidas ao atravessar ilegalmente a fronteira.  “Os funcionários do Consulado nos trataram com descaso e se negaram a receber os presentes que seriam encaminhados para as crianças brasileiras que se encontram presas em “gaiolas” nos Estados Unidos, num total desrespeito aos direitos humanos. Trata-se de um péssimno exemplo de um país que se diz democrático e moderno. Que democracia é essa? É triste e lamentável”, assinalou o presidente da CUT em Pernambuco, Paulo Rocha..

Rocha frisou ainda que foi um ato pela democracia, liberdade e solidariedade para as crianças e adolescentes brasileiros presos e separados de seus familiares. No final da manhã de hoje, os brinquedos foram doados ao NACC - Núcleo de Apoio à Criança com Câncer, no bairro da Jaqueira.

 

 

 

Título: Consulado Americano no Recife dar aula de desrespeito e má-educação, Conteúdo: Ao recusar os 51 brinquedos entregues pela CUT Pernambuco e sindicatos filiados, na manhã de ontem (3), para as famílias de crianças separadas dos pais, desde que o presidente Donald Trump adotou a tolerância zero na política migratória, os representantes do Consulado Americano, no Recife, mostraram má educação e desrespeito. Os manifestantes se concentraram às 10h, em frente ao prédio do Consulado dos Estados Unidos, no bairro da Boa Vista, no centro do Recife, exigiram liberdade das crianças e adolescentes presos em abrigos e separadas dos pais. Um forte esquema policial foi montado pelo Consulado, no bairro da Boa Vista/Recife, numa tentativa declarada de  intimidar a manifestação que foi pacífica e coordenada pela CUT. Houve gritos de ordem contra a política imperialista e descabida do governo norte-americano. Os sindicalistas protestaram contra as imagens que correm o Mundo e a suscitar uma onda de condenação e repúdio: dezenas de crianças, separadas dos pais à força e fechadas em gaiolas de ferro num armazém, vigiadas por guardas armados. Os imigrantes chamam de O Canil e não é difícil perceber porquê: num enorme armazém dividido em três alas, várias gaiolas de metal albergam cerca de 1100 pessoas detidas ao atravessar ilegalmente a fronteira.  “Os funcionários do Consulado nos trataram com descaso e se negaram a receber os presentes que seriam encaminhados para as crianças brasileiras que se encontram presas em “gaiolas” nos Estados Unidos, num total desrespeito aos direitos humanos. Trata-se de um péssimno exemplo de um país que se diz democrático e moderno. Que democracia é essa? É triste e lamentável”, assinalou o presidente da CUT em Pernambuco, Paulo Rocha.. Rocha frisou ainda que foi um ato pela democracia, liberdade e solidariedade para as crianças e adolescentes brasileiros presos e separados de seus familiares. No final da manhã de hoje, os brinquedos foram doados ao NACC - Núcleo de Apoio à Criança com Câncer, no bairro da Jaqueira.      



Informativo CUT PE

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.