"O que nos move, hoje, é esperança, determinação e persistência"

08/06/2018 - 14:55

Carlos Veras se licenciou para assumir o desafio de uma pré-candidatura a deputado federal e Paulo Rocha que vai comandar os destinos da CUT em Pernambuco.

Luta e resistência em defesa dos trabalhadores e trabalhadoras!

"O que nos move, hoje, é a esperança, determinação e persistência"

Avante Carlos Veras!
A luta continua Paulo Rocha!
Somos fortes, somos CUT!

#lulalivre #nalutacomvocê

Uma noite pautada por discursos expressivos e palavras de ordem em defesa das candidaturas do ex-presidente Lula, da vereadora Marília Arraes ao governo de Pernambuco, deram o tom ao ato de desincompatibilização da presidência da CUT, Carlos Veras e posse do novo presidente Paulo Rocha.

O evento foi realizado nesta quinta-feira, 7 de junho, no auditório completamente lotado do Sindicato dos Bancários de Pernambuco, no bairro da Boa Vista/Recife e contou com as presenças de lideranças sindicais, parlamentares, representantes de federações e confederações, de sindicatos cutistas e dos movimentos sociais/populares.

Na oportunidade, o presidente Carlos Veras se licenciou da presidência da Central, para assumir o desafio de uma pré-candidatura a deputado federal e o sindicalista Paulo Rocha que ocupa a vice-presidente da Central assumiu a presidência da CUT nesse período. As inúmeras manifestações públicas dos companheiros e companheiras resgataram os desafios, os compromissos e as lutas histórias de Carlos Veras e Paulo Rocha, sempre marcadas pela ousadia, lealdade, generosidade e compromisso em defesa da classe trabalhadora. Em cada palavra, gesto e atitude a certeza de que a CUT continua sendo uma referência plural em defesa da classe trabalhadora.

Compuseram a mesa de abertura: o presidente da CTB, Helmiton Bezerra, a presidente da Fetape, Cícera Nunes, a deputada estadual Teresa Leitão (PT), a vereadora Marília Arraes (PT), além da vice-presidente da CUT Nacional, Carmem Foro, o coordenador do MST, Jaime Amorim (MST), o presidente da CNTE, Heleno Araújo e os anfitriões da solenidade, Carlos Veras e Paulo Rocha, da CUT Pernambuco. Houve exibição de vídeos, apresentação de maracatu e entrega de agradecimento que abrilhantaram ainda mais o ato politico organizado pela CUT Pernambuco e sindicatos.

A vice-presidenta da CUT, Carmen Foro, expressou uma grande emoção e alegria de participar do ato político que contou com a presença de lideranças dos movimentos sociais, dos negros, LGBT, juventude, sindicalistas e trabalhadores (as) rurais. “Aprendemos e muito desde 2015, quando houve o golpe que interrompeu o governo da   presidenta Dilma.  A CUT aprendeu lições importantes e construiu uma forte aliança com os movimentos sociais em nível nacional e não vacilou em momento algum de participar das mobilizações, paralisações e greves”, enfatizou.

Segundo ela, a CUT de Pernambuco sempre esteve presente e mobilizou suas bases com coragem e determinação, quando foi chamada para lutar e defender os trabalhadores (as). “Meus caros Carlos Veras e Paulo Rocha, vocês são dois companheiros combativos, de histórias de lutas, que honram a CUT. Cada um em seu estilo de fazer política sindical de forma séria e competente. Gratidão e reconhecimento companheiros, sempre”, acentuou.

O presidente da CUT, Carlos Veras, fez questão de agradecer aos companheiros (as) dos movimentos sociais, dos sindicatos, da direção da CUT. Narrou por alguns instantes a sua história de vida em Tabira, sertão do Pajeú; os ensinamentos familiares e as lutas sindicais para chegar à CUT Pernambuco.  Enalteceu a vereadora do Recife e pré-candidata a governadora, Marília Arraes (PT) que praticamente tem participado dos atos políticos de sua candidatura própria. Além disso, está alavancando o projeto de Veras para ocupar uma cadeira em Brasília. Segundo ele, são muitos desafios, lutas, adversidades e superações nessa caminhada. Aos  familiares expressou carinho pelo apoio e incentivo. “Temos  a consciência que a luta vai continuar redobrada de concretizarmos projetos e objetivos coletivos  em  defesa dos interesses dos trabalhadores e trabalhadoras. Preciso de vocês e juntos alcançaremos essa vitória”, assinalou.

O novo presidente da CUT, Paulo Rocha, pontuou seu discurso com agradecimentos ao movimento sindical cutista pelo apoio e confiança, aos movimentos sociais e aos seus familiares. “ Mais do que nunca é hora estarmos juntos, unidos, para  fortalecer as lutas e defender os direitos da classe trabalhadora contra esse governo ilegítimo e golpista de Michel Temer. Vamos precisar de todos e todas. Carlos Veras, siga em frente para realizar esse objetivo de termos um representante dos trabalhadores (as)na Câmara dos Deputados  Você, nos representará com muita firmeza. O que nos move, hoje, é a esperança, a determinação e a persistência de lutarmos todos os dias", ressaltou.