Campanha Salarial: Sindicato exige proposta decente dos bancos nesta terça-feira

Campanha Salarial: Sindicato exige proposta decente dos bancos nesta terça-feira

Escrito por: CUT PE Publicado em: 19/09/2011 Publicado em: 19/09/2011

Depois de cinco rodadas de negociação, os bancários e os bancos voltam a se reunir nesta terça-feira, dia 20, quando as instituições financeiras devem apresentar uma proposta global para as reivindicações dos trabalhadores. O Sindicato espera que os representantes dos bancos compareçam à reunião com uma proposta decente, que contemple as principais demandas dos bancários. Caso contrário, a categoria pode entrar em greve por tempo indeterminado.

Para a presidenta do Sindicato, Jaqueline Mello, a Campanha Nacional dos Bancários está entrando numa fase decisiva. “Nossa pauta de reivindicações já está com os bancos há mais de um mês. Neste período, nos reunimos cinco vezes para negociar e não houve qualquer avanço nos debates. Os negociadores das instituições financeiras negaram todas as reivindicações e até fizeram chacotas com a nossa pauta. Agora é a hora da verdade. Ou eles mostram seriedade e apresentam uma proposta decente ou vamos para mais uma greve por tempo indeterminado”, afirma.

Jaqueline destaca que o Comando Nacional dos Bancários, formado pelos maiores sindicatos, incluindo o de Pernambuco, está apostando na mesa de negociação. “Queremos encontrar uma solução para o impasse criado pelos bancos de forma negociada. Mas se as instituições financeiras continuarem com a mesma postura na negociação desta terça, não resta outra alternativa para os bancários que não seja a greve. No ano passado, fizemos a maior greve dos últimos vinte anos e conquistamos o melhor acordo em duas décadas. Temos condição de fazer, agora, uma greve ainda maior que a do ano passado. E é isso que vamos fazer, caso os bancos não atendam nossas reivindicações”, ressalta.

A presidenta do Sindicato lembra que só os maiores bancos lucraram no primeiro semestre deste ano mais de R$ 27,4 bilhões. “Ou seja, as instituições financeiras têm totais condições de atender as nossas reivindicações e, assim, valorizar os bancários que são os verdadeiros responsáveis por esta lucratividade fantástica dos bancos”, conclui Jaqueline.

Bancos públicos – Além da proposta que a federação dos bancos (Fenaban) deve apresentar aos bancários nesta terça, as instituições financeiras públicas também negociam as reivindicações específicas dos seus funcionários esta semana.

O Banco do Brasil reúne-se com os sindicatos também nesta terça, enquanto a Caixa e o BNB negociam na quarta-feira, dia 21. Os bancários esperam que os três bancos federais apresentem contraproposta para o fechamento dos acordos aditivos à Convenção Coletiva.

Fonte: Seec PE




Informativo CUT PE

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.